- Publicidade -

More

    Estudantes angolanas ministram um curso de Arte e Cultura Africana.

    em

    |

    Visualizações

    and

    comentarios

    Duas estudantes angolanas e uma brasileira (afro-descendente) estão desde o começo do corrente mês ministrando um curso com o seguinte tema: Cultura e Arte Africana e Afro-Brasileira: Conhecer, fruir e poetizar.

    A escolha desse tema deve-se ao fato de que Arte e Cultura Africana e suas influências na cultura brasileira é um assunto que faz parte do currículo brasileiro na educação básica.

    Tendo em conta a falta de reconhecimento e visibilidade das culturas tradicionais e periféricas no Brasil, Indígena e Afro-brasileira respectivamente, percebeu-se a necessidade de ser criada uma lei nacional obrigatória para inserção do ensino da cultura e história dessas comunidades na educação básica. O referido curso tem como objetivo promover vivências e reflexões acerca da lei brasileira 10639/03, a qual trata das relações étnico-raciais.

    Visto que as mesmas estudantes estão se formando em Artes Visuais, elas decidiram unir o útil ao agradável e trabalhar este tema pertinente dentro da sua área de atuação.

    Esse mesmo curso está em vigor desde o dia 4 de maio de 2011, e está sendo ministrado no departamento de Artes Visuais da Universidade Estadual de Londrina.

    E os temas abordados são os seguintes:

    • Diáspora africana.
    • Conceito de Arte: da África ao Afro.
    • Arte africana: suas expressões artísticas da pré-história ao contemporâneo
    • Arte Bantu e Yorubá: suas influências nas manifestações artísticas brasileira.

    Dentro desses temas estarão sendo trabalhadas algumas das manifestações artísticas africanas mais desenvolvidas como a pintura, a escultura, a gravura, arquitetura, a estamparia, entre outros.

    O curso será ministrado através da contextualização histórica dos conteúdos, debates sobre os assuntos já citados, leitura de imagens e vivências artísticas.

    O público alvo desse evento são os professores da rede de ensino que se deparam com esse tema dentro do seu planejamento e não conseguem administrar uma aula devido a falta de conhecimento sobre o assunto e suas possíveis metodologias de ensino e a escassez de material de pesquisa e de apoio.

    É proposta das estudantes providenciar no final do curso um arquivo de mídia com todos os textos, imagens e atividades realizadas durante o evento para que os professores ao fim do curso tenham seu próprio material de apoio para que possam trabalhar em sala de aulas, com mais conhecimento e propriedade sobre o assunto.

    Share this
    Tags

    A Bombar

    “Mulher detida em Luanda após acumular dívida milionária em hotel de luxo

    Uma mulher de 36 anos assumiu uma identidade falsa de empresária e se hospedou em um hotel de luxo na região do litoral sul...

    “SIC desmantela rede de falsificação de dólares provenientes da RDC em Angola”

    O Serviço de Investigação Criminal (SIC) desmantelou uma rede de indivíduos angolanos que colaboravam com estrangeiros para introduzir dólares falsificados no país, provenientes da...

    Pinóquio: A Verdadeira História” traz emoção e diversão a 31 de Maio no ZAP Cinemas

    Luanda, 23 de Maio de 2024 – A emocionante estreia de "Pinóquio, a História Verdadeira" no ZAP Cinemas traz uma nova e divertida abordagem...

    - Publicidade -

    Artigos Recentes

    - Publicidade -

    Visit arnan.me

    Mais como isto