- Publicidade -

More

    Facebook vai comecar alojar conteudos de outros sites

    em

    |

    Visualizações

    and

    comentarios

    A maior rede social da Internet tem-se diversificado na oferta de novidades e de novos serviços, sempre com a preocupação de manter os seus utilizadores ligados.

    Esta é a sua forma de conseguir rentabilizar ao máximo a publicidade que serve, ao mesmo tempo que cativam os utilizadores e potenciam ainda mais a utilização.

    Uma medida que pode vir a tomar forma muito em breve passa pelo alojamento de conteúdos de sites diretamente no Facebook, e isso poderá chegar ainda em Maio deste ano.

    A ideia do Facebook é conseguir alojar conteúdos de diversos sites, directamente dentro da sua rede, facilitando aos utilizadores o acesso às informações que querem e que pretendem, sem terem de estar a aceder a sites externos.

    Esta não é uma ideia nova e, segundo o Wall Street Journal, está agora a ser colocada em prática. As indicações que existem é que ainda este mês o novo serviço esteja funcional e lançado aos utilizadores.

    É também uma forma simples de manter os utilizadores ainda mais tempo dentro do Facebook, voltando a maximizar a utilização desta rede, garantindo assim uma ainda maior relação.

    A novidade, que se chamará Instant Articles, deverá chegar ainda este mês e apresentará  aos utilizadores do Facebook artigos de alguns dos maiores sites da Internet. A lista deverá ser reduzida no arranque da nova funcionalidade e dará acesso a conteúdos da National Geographic, The New York Times e do Buzfeed. Um dos maiores problemas que o Facebook está a encontrar neste novo processo é a negociação das margens de publicidade que vão ser usadas com estes novos parceiros.

    Do que se sabe o Facebook estará disposto a abdicar da totalidade dos lucros da publicidade que esses sites conseguirem angariar e vender. No caso da publicidade
    que o Facebook conseguir angariar, os valores baixam para os 70%, ficando o Facebook com uma margem muito reduzida.

    Mesmo com valores muito baixo, ou até nulos, no que toca ao retorno da publicidade,o interesse do Facebook neste caso é diferente. O que está em causa é conseguir
    que os utilizadores da rede social se mantenham dentro dela e que não saiam para outro sites à procura de conteúdos e de informação.

    É por isso que o Facebook está disposto a abdicar de parte dos lucros da publicidade para garantir que essas fontes de informação estejam presentes na sua rede.

    Mesmo que não ganhe com o imediato, acabará por ganhar ao garantir que os utilizadores continuam na sua rede, a ver outras páginas, a consultar outros conteúdos e, em última instância, a consumir a publicidade que têm para exibir. Ainda se sabe muito pouco sobre o Instant Articles, mas parece ser a forma encontrada pelo Facebook para garantir ainda maisinformações e conteúdos para os seus utilizadores, conseguindo assim que estes estejam mais tempo dentro do Facebook.

    Share this
    Tags

    A Bombar

    Evento com Leandro Karnal em Angola Tem Procura de Ingressos Recorde

    A febre pelo conhecimento e desenvolvimento pessoal dispertou muito interesse dos angolanos> ! O evento CONNECT, que traz o renomado historiador, escritor e professor...

    Pedro Gonçalves chega à marca dos 50 jogos com Palancas Negras

    Por: Helder Lourenço O seleccionador Pedro Gonçalves atingiu a marca dos 50 jogos como timoneiro da selecção nacional de Angola e descreve este marco como...

    Sérgio Moikano revela motivos que o levaram a sair do grupo “Deixaram-me no Zango 8 mil, saí de lá de candongueiro às 3h, só...

    Durante uma entrevista feita, recentemente, no programa 'A Tarde é Nossa', da Tv Zimbo, o kudurista angolano Sérgio Moikano revelou verdadeiramente os motivos que...

    - Publicidade -

    Artigos Recentes

    - Publicidade -

    Mais como isto