- Publicidade -

More

    Falha humana no Google tirou Gmail do ar por 20 minutos

    em

    |

    Visualizações

    and

    comentarios

    A falha global que tirou o Gmail do ar ontem por cerca de 20 minutos foi causada por uma falha humana, que levou a um erro de sincronização em um servidor do Google. A máquina é responsável por permitir que usuários sincronizem marcadores (bookmarks) entre diversos PCs e dispositivos móveis, usando sua conta Google.

    O engenheiro Tim Steele, do Google, explicou nesta terça (11), em um fórum de desenvolvedores, o que aconteceu:

    • O servidor de sincronização do Chrome depende de um componente de infra-estrutura de back-end para impor quotas de tráfego por tipo de dado sincronizado.

    • Essa cota de serviços teve problemas de tráfego devido a uma configuração mal feita no balanceamento de carga.

    • Essa mudança foi em uma peça central da infra-estrutura de muitos serviços do Google. Isto fez com que os servidores passassem a rejeitar pedidos dos usuários.

    Como observado no fórum, para que este problema não aconteça novamente, são necessárias mudanças tanto em servidores do Google quanto no browser Chrome nos computadores dos usuários.

    gmail_435

    Share this
    Tags

    A Bombar

    Primeira loja da marca oficial Cavalinho inaugurada em Luanda

    A marca “Cavalinho” inaugurou, nesta Quinta-feira (11), em Luanda, no Distrito Urbano do Benfica, a sua primeira loja de acessórios de moda e artigos...

    Presidente João Lourenço e Ana Dias irradiam simpatia na 10ª edição dos Prémios SIRIUS

    O Presidente João Lourenço e a Primeira Dama, Ana Dias, foram os destaques da noite durante a gala da 10ª edição dos Prémios SIRIUS....

    Reverendo angolano Paulo de Carvalho recebe certificado de Mérito pela Universidade de Oxford

    Por: Sara Rodrigues Mais um angolano a elevar o nome de Angola e a ganhar destaque lá fora. Trata-se de Paulo de Carvalho da Conceição,...

    - Publicidade -

    Artigos Recentes

    - Publicidade -

    Mais como isto