- Publicidade -

More

    Gabriel Tchiema já viveu como refugiado

    em

    |

    Visualizações

    and

    comentarios

    Gabriel Tchiema conta que começou a cantar desde que se conhece como pessoa e que por muito tempo tocou instrumentos musicais quando foi refugiado na Zâmbia.

    Ele é um músico angolano consagrado, nascido na Lunda Sul no município do Dala, viveu por muito tempo como refugiado na Zâmbia onde começaram a surgir as primeiras inspirações pela música, fabricando instrumentos musicais aos seis (6) anos de idade, procurava tocar e cantar fazendo o gosto dos familiares e amigos que juntos encontravam-se na Zâmbia.

    Tendo deixado a província da Luanda Sul, porque faltavam de estruturas necessárias para sustentar os seus estudos, teve que emigrar para a província do Huambo onde, com a ajuda de seu irmão, concluiu o terceiro nível. Aos 17 anos, veio a Luanda passar férias e foi mobilizado para as “Fápulas”, após o recrutamento foi destacado para região militar em Cabinda, onde cumpriu o seu papel como patriota enquanto angolano e só assim regressou a Luanda onde deu início a sua carreira.

    Considerado por muitos “candengues atrevidos” como “cota de respeito”, Gabriel deu a abertura a sua carreira em simultâneo com o grupo N’Sex Love onde fizeram parte (Walter Ananás, Ngunza, João Paulo, Pitra e a Africanita), com quem chegou a gravar um disco, mas não chegou a ser publicado. O mesmo disco foi transferido para o estúdio de Eduardo Paim e deu origem ao “Nhi Nhami”. Com o álbum “Azulula”, o músico tem duas obras no mercado, canta em Língua Tchokwe que é a sua identidade.

     

    Texto: Elizeth Vasco

    Share this
    Tags

    A Bombar

    Anna Joyce prepara-se para um espetáculo memorável no ZAP VIVA

    O canal ZAP VIVA e a LS Republicano juntam-se para apresentar um evento exclusivo em celebração dos 10 anos de carreira da talentosa cantora...

    LUANDA EXPO CAR 2024: Maior feira automotiva do país alarga número de participantes e espera cerca de 15 mil visitantes

    A maior feira automotiva de Angola vai alargar o número de expositores em até 25% comparativamente ao ano transato e espera receber, durante os...

    Saxofonista Sebastião Sax homenageia Mestre Sanguito pelo seu contributo na música angolana

    O saxofonista angolano Sebastião Sax realizou, no passado dia 26 de Maio, o seu primeiro concerto ao vivo no Restaurante Chá de Caxinde, em...

    - Publicidade -

    Artigos Recentes

    - Publicidade -

    Mais como isto