- Publicidade -

More

    Gosto desta Vida Normal – Se entrega

    em

    |

    Visualizações

    and

    comentarios

    Acompanhei os últimos três vídeos musicais tidos como ‘badalados’ pelos angolanos a julgar pelos seus autores. A saber: Ary (que graças aos prêmios da Semba adicionou o ‘Diva’), NGA e Afroman (este último pelo Team de Sonho).

    Vou começar com a [Diva] Ary, pela polémica que se quis criar com o vídeo onde ela supostamente aparece aos beijos com outra mulher. Desde já, como se diz no Brasil onde ela foi buscar inspiração, cenário e actores, foi uma bela sacada! Afinal, não faz muito tempo que houve aquela polémica do beijo gay exibido pela Televisão Pública de Angola através da novela Jikulomesso, numa produção da Semba. Digo bela sacada porque imagino que ao lançar o vídeo o ‘engajamento’ dos internautas seria,  supostamente, maior porque o que passaria no ‘boca-a-boca’ seria exatamente a manchete que sites como Platina Line, Sapo, Ango-Russia e ‘companhia não limitada’ apresentaram em seus posts. Para não falar que não funcionou, eu fui lá ver o vídeo. E a minha opinião revelo depois de falar dos próximo caso.

    Do Brasil para Angola, vemos uma empresa que criou um team de sonho, que dentre vários clipes lançados para o segundo volume do projecto consta o de Yanick Ngombo, o único sobrevivente do grupo Afroman (se nos referirmos na sua formação original). O músico despensa apresentações e o seu estilo de cantar graças à Deus é hoje diferente daquele que [supostamente] foi criado pela família FS. Entretanto no clipe vemos cenas que poderiam ser passíveis de polémica: sexo, drogas (da liamba à cocaína passando pelo álcool) mulheres e homens com pouca roupas (não. Não chega a ser nudez).

    Antes de falar do terceiro clipe, gostaria de pôr em evidência o facto que desde a faculdade que estudo questões ligadas à produção, de vídeo especificamente, e dizer que as ideias dos produtores quer de Ary quanto de Afromen falharam em apenas um pequeno problema: ‘forçaram a barra’, como voltam a nos ensinar os brasileiros!

    Em ‘se entrega’, nem mesmo a Ultra Alta Definição (UHD) foi capaz de concluir o que se pretendia causar com o dito ‘beijo’ gay. Entendo que me dirão que queria-se apenas ser subjectivo (o que não acho)… Estava tudo a ir bem: locação excepcional, boa iluminação, actores que pareciam se entregar mesmo, um enredo psicodélico, por quanto dava a impressão que era o homem quem ela queria quando no final foi com a mulher, evidenciando um pouco a bissexualidade, a traição impulsionada pela privacidade permitida pelos telemóveis e redes sociais virtuais, mas faltou coragem, Ary. Faltou o verdadeiro beijo na boca. Se for fazer que seja algo que se aproxime o máximo à realidade. Pois fui notando pequenos cortes e os movimentos de câmera acabaram fazendo o trabalho que sairia perfeito apenas com um plano fechado das línguas entrelaçando-se, tal como acontece na vida real, já que imagino que seja isso que se quis ilustrar. – [Faltou coragem da protagonista assim como faltou no vídeo com Nelson Freitas e Dji Tafinha]

    O mesmo erro acabou por cometer o team de sonho ao lançar o vídeo ‘Gosto desta vida’ de Afroman. Eu entendo que a técnica seja fazer cortes rápidos para dar ideia das coisas em movimento. Mas acho que nem sempre precisamos ilustrar exatamente tudo, como diz a música, no clipe. Mas já que é para ilustrar, quem neste mundo faz sexo na cama vestido? A menos que sejam crianças e estejam a brincar de ‘si dar’, sexo que eu saiba e faça, e ainda por cima naquela posição, a cereja do bolo passaria simplesmente por tirar aquele top de cor branco da menina! – [Errou-se na falta de naturalidade dos actores]. A ideia não é original em Angola e o Dji Tafinha fez melhor!

    Não seria normal se eu terminasse aqui o meu texto tendo enunciado três casos. Toda ou, pelo menos, quase toda família ‘Força Suprema’ é abatida à tiro por um esquadrão da morte chamado ‘Normal’ . Um a um vão morrendo na medida que se esforçam para  salvar a vida de seu líder NGA que curiosamente esperava em um dado ponto do edifício abandonado. O curioso é que quando tudo parecia terminar para o último homem a abater, NGA se joga contra uma parede e simplesmente escapa (ou não). NORMAL seria se fosse contra uma parede de vidro, mas não. Foi uma parede de blocos mesmo. Me pergunto: será que a parede era tão frágil ou a ideia era de fazer crer que o protagonista tinha realmente ‘força suprema’? – [Erro de Continuidade]. Tirando isso e talvez as explosões fakes, acho que o clipe todo estava normal tal como os protagonistas a seu jeitos nos acostumaram.

    Boa madrugada, companheiros de luta!
    Custodio Fernando 
    Share this
    Tags

    A Bombar

    Banco Bic abre inscrições para o crescer juntos e homenageia empresas co-investidoras

    O Banco BIC abriu nesta segunda-feira, 17 de Junho, as inscrições deste ano para ONGs, Fundações e Associações que necessitam de recursos financeiros e...

    Clénio & Clésio Gomes são os mais recentes acionistas do Luanda City, equipa recentemente promovida ao Girabola

    Clénio & Clésio Gomes são os mais recentes acionistas do Luanda City, equipa recentemente promovida ao Girabola É com imenso prazer que anunciamos a nossa...

    Jornalista Dalila Prata destaca-se no 21º Fórum Meteoclimatic no Média Workshop em Darmstadt (Alemanha)

    Por: Luizão Cabulo A jornalista angolana Dalila Prata destacou-se no 21º Fórum Meteoclimatic no Média Workshop em Darmstadt, Alemanha, representando Angola e a "TPA online"...

    - Publicidade -

    Artigos Recentes

    - Publicidade -

    Mais como isto