Kueno Aionda o Talentoso Musico e Apresentador

0
276

Desde muito cedo ganhou gosto pela arte em particular a música: “Os meus pais dizem que não nasci a chorar mas a cantar”. Para ele a música corre–lhe nas veias e lhe é intrínseca. Decidiu exteriorizar e divulgar o seu talento não só para a família e amigos mais próximos, quando apresentou-se no concurso “Canta canta”, da Rádio Luanda conduzido por José Pedro Benje. Durante este período que data entre os anos 2002 e 2004, foi conquistando alguns prémios no concurso que o motivaram a seguir carreira. 

Em 2003 participou do concurso de imitação e interpretação de músicas “Estrelas ao Palco”, exibido pela TPA. Embora não tendo conseguido passagem para continuar no programa, não desistiu e continuo na batalha. Seguindo em frente logo no ano a seguir volta a inscrever-se e conquista o terceiro lugar do concurso a interpretar a canção “Sei”, do Grupo Afrikando, que mais tarde o convidaram a integrar o leque de artistas a quando dos espectáculos daquele agrupamento na Casa 70. Apesar da proeza no ano anterior, o mesmo não aconteceu em 2005 quando interpretou a música composta por Voto Gonçalves denominada “Carnaval” no Festival da Canção de Luanda, pro-movido pela LAC, de tal maneira em 2006 para o mesmo Festival participou com a canção “Vencerás” de sua autoria e não ganhou. 

Estas perdas não o abalaram, antes pelo contrário seguiu em frente e de cabeça erguida continuou a batalha pela conquista do sonho. Sob a chancela da Editora Criativa, voltou a participar do Festival da Canção de Luanda e nesse ano a conquista pelo primeiro lugar tornou-se realidade. De lá para cá tem continuado e o ano passado conquistou o terceiro lugar do concurso de música nacional “Variante”. Hoje encontra-se a preparar o seu primeiro disco de originais, onde vão ressaltar temas ligados ao amor, problemas sociais e serão cantadas em português e na língua nacional Kimbundu, onde predominarão os géneros semba, balada e kizomba. 

 

Sem datas definidas ainda para o lançamento do álbum, o artista garantiu que não há pressa nem pretende uma mú-sica comercial: “Estamos a fazer  tudo para termos um verdadeiro CD, e que não seja mais um. Pretendemos algo maduro tendo em conta a dimensão e o leque de artistas que estão no suporte do álbum. Será um álbum totalmente gravado, acústico, e espero que não tenha mais de 13 e não menos de 11 faixas”, revelou o artista que nesta altura está em fase promocional.O talento da música na RádioKueno Aionda Define-se como  uma pessoa simples, trabalhadora, humilde e calma.Desde muito cedo ganhou gosto pela arte em particular a música: 

 

Fonte: Jornal o Popular 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui