- Publicidade -

More

    Ministro das Telecomunicações, Tecnologias de Informação e Comunicação Social visita parque Tecnológico da Huawei em Luanda

    em

    |

    Visualizações

    and

    comentarios

    O ministro das Telecomunicações, Tecnologias de Informação e Comunicação Social, Manuel Homem, visitou, dia 21, o Parque Tecnológico da Huawei, em Talatona. A infraestrutura contará com centros de treinamento, salas de tecnologia para formação de quadros angolanos e também de países vizinhos. A visita enquadra-se na parceria estratégica entre o Governo e a Huawei.

    O ministro tomou conhecimento de todo o processo de funcionamento do parque tecnológico e sobre o valor do investimento que a Huawei fez para o projecto. A infraestrutura tem prevista a sua conclusão em Outubro próximo e trará novas oportunidades de emprego e a consolidação de métodos investigativos locais.

    A margem da visita, Manuel Homem disse que a parceria com a China continua seguindo o exemplo de grandes países que receberam grandes investimentos e conhecimento no sector tecnológico chinês. “Fomos convidados pela Huawei a acompanhar a evolução das obras deste parque tecnológico há um ano e meio e hoje foi mais uma visita de constactação, sendo que pelo que vimos dentro de dois meses estaremos em condições de inaugurar o centro tecnológico.”

    Segundo Manuel Homem, a Huawei está a fazer um investimento de 65 milhões de dólares norte-americanos no parque tecnológico, “o que propicia a formação, sendo importante que os investimentos no país devem também se incidir na capacidade técnica dos quadros angolanos para dar resposta à necessidade de quadros no sector em Angola e para que se diminua a importação de mão-de-obra estrangeira.”

    Por sua vez, o CEO da Huawei em Angola, Chuxiaonxin (Edric) Chu, realçou que com o parque tecnológico a empresa poderá formar anualmente 5 mil estudantes por ano e que estão muito orgulhosos e satisfeitos de participar na capacitação dos quadros nacionais. “Assim como nos últimos cinco anos iremos continuar a investir em Angola”, garantiu o CEO da Huawei.

    Angola é o terceiro país a ganhar assim um Parque Tecnológico da Huawei, depois da África do Sul e o Egipto, respectivamente. A formação de talentos na Huawei faz parte de um leque de projectos que a empresa chinesa tem vindo a desenvolver em Angola, e a construção do centro tecnológico vai criar competências nacionais, a inclusão digital e condições para a implementação de variadas tecnologias e a criação de um desenvolvimento sustentável para Angola.

    O Centro Tecnológico terá a capacidade de formar mais de 1,500 talentos e engenheiros, visto que a Huawei está focada na inclusão digital e treinamento de jovens talentos angolanos no domínio das Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC).

    Este parque contribuirá para a transformação digital em África, tecnologia 5G e a implementação digital dos orgãos governamentais de ambos países, sendo que para os países atingirem um crescimento sustentável precisão da tecnologia para uma base sólida de desenvolvimento.

    Osvaldo
    Osvaldo
    Editor da Platina Line
    Share this
    Tags

    A Bombar

    Nelo Jazz lamenta falta de programas educativos na TV: “Não há nenhum programa de educação”

    O veterano ator Nelo Jazz, conhecido pela sua inesquecível interpretação como Papá Ngulo, lamentou recentemente a ausência de programas educativos na televisão, especialmente no...

    Desconhecimento do limite de 16 km para pagamento de 200 Kz nos táxis gera controvérsia entre taxistas e passageiros

    Por: Ernesto Jaime  A recente decisão do Ministério dos Transportes de ajustar a tarifa dos táxis para 200 Kwanzas para um limite de 16 km...

    Dog Murras reflecte sobre nova estratégia de marketing de artistas: “… nossa sociedade está doente”

    Por: Nunes Hebo A tendência de alguns artistas criarem situações antes do lançamento de um projecto parece estar longe de terminar, pois, na medida que...

    - Publicidade -

    Artigos Recentes

    - Publicidade -

    Mais como isto