- Publicidade -

More

    O que fazer com as contas virtuais de pessoas que já morreram

    em

    |

    Visualizações

    and

    comentarios

    Alguma vez, você já parou para pensar no que vai acontecer com as informações armazenadas em contas virtuais no dia em que ficarmos offline para sempre? O que será de nossas fotos no Flickr, nossas mensagens no e-mail ou nossos contatos no Orkut? Como as famílias ou amigos devem proceder para apagar ou resgatar algum dado de alguém que morrer quando esse momento inevitável chegar?

    Mesmo o tema sendo um tanto quanto mórbido, trata-se de um processo com o qual muitas pessoas acabam se deparando, de uma hora para outra, tendo que enfrentar a questão de resgatar ou apagar os rastros virtuais de um conhecido que se foi. Porém, saiba que, mesmo o caminho sendo muitas vezes burocrático, é possível, sim, ter acesso a uma conta de uma pessoa que não está mais entre nós. Na maioria dos casos, as empresas onde os serviços são hospedados exigem o envio de uma solicitação informando o caso e alguns documentos que comprovem o grau de parentesco com o proprietário, além da certidão de óbito. Dependendo do serviço, isso pode ser feito por e-mail ou via fax.

    É recomendável, nessas ocasiões, é sempre procurar o site responsável, ler as cláusulas indicadas nos termos de uso do serviço e solicitar a exclusão do perfil. “Na maioria dos casos,  as empresas têm atendido os pedidos extrajudicialmente. Mesmo porque é uma situação comum. Caso as redes sociais não apaguem os dados, contudo, os parentes podem procurar a Justiça e pedir que isso seja feito por ordem judicial”.

    Fim das contas

    Veja como proceder para apagar os registros de um falecido em diferentes serviços:

    A família deve entrar em contato com o serviço de atendimento ao consumidor da Yahoo!, empresa proprietária do Flickr, e solicitar o término da conta, explicando o motivo da finalização. Para isso, basta entrar na Área de Atendimento Yahoo! Brasil (http://help.yahoo.com/l/br/yahoo/helpcentral) e preencher o formulário. Também deve enviar uma cópia da certidão de óbito do parente para que o departamento jurídico da companhia avalie o caso e apague definitivamente todo o conteúdo desejado. O mesmo procedimento serve para contas de webmail do Yahoo!.

    GMAIL
    De acordo com a assessoria do Google, o procedimento não é burocrático, mas é necessário para garantir que pessoas mal-intencionadas não consigam ter acesso a determinadas contas. A empresa exige que o interessado envie documentos que comprovem o parentesco com o dono da conta, junto com a certidão de óbito, e explique a solicitação. Assim, o departamento responsável investiga a questão e libera a senha para a pessoa que pediu o acesso.

    ORKUT
    Por ser a maior rede de relacionamentos do país, o Orkut pode ser palco de várias expressões póstumas dos usuários. E isso, muitas vezes, pode incomodar os familiares de um indivíduo falecido. O Google explica que as contas do Orkut podem ficar ativas para sempre, pois elas não se desativam depois de um tempo sem serem acessadas. Caso alguém queira apagar determinado perfil, deve entrar em contato com o Google, explicar a situação e comprovar o parentesco com o proprietário da conta em questão. A empresa verifica a situação do perfil e pode liberar, em até três dias, a senha do proprietário.

    TWITTER
    Se ninguém souber a senha de algum usuário falecido, não há motivos para se preocupar. O badalado microblog desativa automaticamente as contas que não são logadas depois de seis meses. Ou seja, nenhum rastro da pessoa ficará à tona no mundo dos 140 caracteres.

    A equipe do Facebook exige que o interessado envie um e-mail, em inglês, para a divisão de privacidade da empresa, anexando, além de documentos que comprovem parentesco, a cópia do atestado de óbito da pessoa falecida. Além de deletar o perfil, o parente pode, se desejar, retirar as informações que lhe interessarem e deixar o perfil visível no modo “memorial”. Desse jeito, apenas os amigos já adicionados podem tê-lo na rede de amigos. Para isso, basta preencher um formulário (http://migre.me/6pRy). No entanto, a empresa não fornece nenhuma senha.

    HOTMAIL
    A Microsoft leva à risca a política de privacidade da empresa e restringe ao máximo o acesso às senhas das contas de seus usuários. No entanto, a companhia pode oferecer as informações para o responsável legal pelos bens do falecido. Para isso, é preciso enviar, seja por fax (00 xx 1 425 708 0069) ou carta (1065 La Avenida, Building 4, Mountain View, CA 94043, USA), uma solicitação contendo cópias dos documentos pessoais do requerente, além dos dados da conta do falecido (e-mail, nome, data aproximada do último login, etc.). A resposta da empresa chega por e-mail. No entanto, caso a caixa postal não seja acessada durante um período de 120 dias, a empresa deleta a conta automaticamente.

    Share this
    Tags

    A Bombar

    Proposta de Lei dos Crimes de Vandalismo de Bens e Serviços Públicos – Quem destruir património pode ir 15 anos para a cadeia

    O Conselho de Ministros de Angola, reunido sob a orientação do Presidente João Lourenço, examinou três propostas de lei destinadas à Assembleia Nacional. Em...

    Ministro da Cultura de Angola e Maria Borges Buscam Parcerias Internacionais para Música Angolana”

    O Ministro da Cultura, Filipe Silvino de Pina Zau, recebeu em seu gabinete a renomada modelo internacional Maria Borges, que também exerce o cargo...

    JEO MC estreia-se como atleta de MMA e sagra-se campeã nacional

    Por: Helder Lourenço A gladiadora dos Reis de Rompimento Primeira Liga (RRPL), Jeorgina Ludmila, conhecida nas lides artísticas como Jeo MC, estreou-se como atleta de...

    - Publicidade -

    Artigos Recentes

    - Publicidade -

    Mais como isto