Reestreia da peça “Comemos com Ela” supera expectativa do público

0
82

Por: Stella Cortêz

Fotos: Edueni António

 Depois de três meses de ensaio, trabalho árduo e muita dedicação chegou o grande dia em que Juddy da Conceição, Kim Fasano e Wime Bráulio apresentaram a peça “Comemos com Ela”, evento que aconteceu na noite de ontem (5 de Setembro), no Centro de Conferências de Belas.

Emocionada pela grande noite, Juddy, que estreou, pela primeira vez, nos palcos cénicos com o personagem Madonna, classificou, de forma positiva, a sua performance durante entrevista cedida ao PLATINALINE, quando falava sobre os ensaios intensos.

“Eu era aquela pessoa que no princípio logo disse; que não ia dar certo, porque esqueço muito dos textos e está sempre no mundo da lua, então por conta disso achei que não seria possível”, disse a influenciadora que, igualmente, classificou de forma positiva o seu personagem, pois desde o instante em que pisou o palco do Centro de Conferências de Belas mostrou tranquilidade e auto-confiança.

“Não esperava isso de mim. Tentei não olhar para o público e sim para o além, gostei de tudo, principalmente da recepção das pessoas que se fizeram presentes”, sublinhou Juddy.

Questionado se as expectativas foram alcançadas, Wime respondeu: “Foi muito impressionante o comemos com ela tem sempre uma surpresa e a novidade foi justamente a presença da Juddy, que nos trouxe uma proposta diferente. Depois de muito tempo foi muito bom estar em palco e partilhar com três grandes actores, acho que o público se deliciou com a comida toda.”

Por sua vez, Quim Fasano declara que na exibição, os personagens expressaram aquilo que sentiram no momento, detalhe que tornou a peça ainda mais rica, pois, para os presentes, serviu como uma aula de reflexão sobre as problemáticas vividas pelos luandenses.

“O teatro tem, exactamente, esse pendor, trazer a reflexão de determinados temas, situações e circunstâncias não é à toa que somos Didascálias, porque somos circunstâncias propostas, além do lado emotivo da peça, devemos também espelhar a nossa forma de estar, a forma liberal que observamos às opções de escolha quer no contexto política, cultural e religioso, bem como a liberdade no pensamento. Precisamos perceber que não somos auto-suficientes, e em determinados momentos a opinião do outro também é válida. No comemos com Ela apresentamos todas essas reflexões”, rematou.

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments