- Publicidade -

More

    ResiliART Angola reúne 30 jovens artistas empoderados em residência artística

    em

    |

    Visualizações

    and

    comentarios

    No último sábado, 09 de Outubro de 2021, no condomínio Rosalinda, estrada da Samba, em Luanda, foi realizado o Vernissage da Residência Artística ResiliART Angola. O evento é da iniciativa da Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura (UNESCO), o Governo de Angola e American Schools Of Angola (ASA), cujo encerramento foi marcado com a primeira edição da Residência Artística ResiliART Angola, bem como a abertura da exposição “Water For Life”, que estará aberta ao público até ao dia 30 de Outubro.
    Na ocasião, Vincezo Fazzino, Director do escritório antena da UNESCO em Angola, afirmou que o projecto ResiliART Angola tem como objectivo dar voz aos artistas e empoderá-los para que sejam resilientes.
    António da Costa Fernandes, Director do ResiliART Angola, declarou, por sua vez, que os artistas participantes se sentem bastante regozijados por terem vivenciado uma grande experiência e verem os seus trabalhos expostos pela primeira vez. o responsável prometeu continuar a trabalhar no sentido de apoiar e alavancar o trabalho dos jovens artistas.
    A Residência Artística ResiliART Angola juntou, em um único espaço, 30 jovens artistas entre estabelecidos e emergentes, monitorados pela renomada artista internacional Ana Silva, que articulando técnicas e pesquisas, serviram-se  da sua experiência e olhar individual para o desenvolvimento de trabalhos de pintura durante quatro (4) semanas.
    Já Marcos Agostinho, Director da Escola Americana, salientou que o objectivo era disponibilizar estruturas interdisciplinares que confluem para a pesquisa e o desenvolvimento de experimentações em linguagem bi ou tridimensional, e possibilitou aos artistas a criação de obras inéditas com poética própria.
    A cerimónia contou com a presença de vários convidados especiais, entre os quais o Ministro da Cultura, Turismo e Ambiente, Jomo Fortunato, representantes das embaixadas, União Europeia e da Sociedade Civil.
    ResiliART é um movimento global criado pela UNESCO no início da actual crise sanitária. Em Angola, a UNESCO, o governo de Angola e American Schools of Angola (ASA) uniram-se e lançaram o projecto ResiliART Angola, empoderamento dos jovens artistas mais afectados pela crise, com o intuito de dar voz, apoiar, criar oportunidades e mitigar os efeitos económicos e socioculturais, causados pela COVID-19.
    Share this
    Tags

    A Bombar

    Dom Caetano aborda dissabores com Carina Santos: “Se a cópia não convence, a música se esquece”

    Dom Caetano, com sua sólida argumentação, detalhou os dissabores que enfrentou com a artista Carina Santos devido à reprodução da música intitulada “Sou angolano”,...

    Banco BCS lança o seu primeiro fundo de investimento

    O Banco BCS, arrancou ontem com a subscrição de um fundo fechado especial de investimento em valores mobiliários, no valor global de 5.000.000.000 Kz. Destinado...

    Angola ocupa 4.ª posição no Ranking Africano de Futsal

    Por Helder Lourenço Após a recente realização do CAN`2024, em Rabat, Marrocos, Angola se destaca ao conquistar a quarta posição no ranking da Confederação Africana...

    - Publicidade -

    Artigos Recentes

    - Publicidade -

    Mais como isto