- Publicidade -

More

    “ Salto e Papelada”. Com Mara D álva

    em

    |

    Visualizações

    and

    comentarios

     

    Por: Milca Caquesse 

     


    Nesta primeira entrevista da coluna “ Saltos e Papelada”, tive o privilegio de conversar com á nossa DIVA da comunicação 2010, Mara D’Alva Delgado Van-Dúnem. Particularmente, é uma mulher que muito admiro, tanto á nivel pessoal como profissional.

     


    Nascida aos 20.06, mãe de uma linda menina, mara tem dividido seu tempo ente dois apaixonantes trabalhos, á radio e a telivisão. É visivelmente uma mulher bastante simpatica, inteligente, determinada e corajosa. Serve de inspiração para muitas jovens que ingressam agora para o mundo do jornalismo. Com uma voz única e carismatica, Mara D`Alva como é conhecida, apresenta um dos programas de maior audiência a nivel nacional, no canal 2 da TPA. É com certeza um nome de marca quando se fala em jornalismo televisivo, com determinação, dinamismo e empenho.

     

     

     


    Foi eleita DIVA da Comunicação 2010. O que acha que contribuiu para este grande reconhecimento do seu esforço e dedicação durante todos estes anos? E o que mudou na sua vida após o titulo?


    Qualquer eleição está nas mãos de outrem, apesar de tudo depender do nosso empenho, a eleição pela 2ª vez (já o fui em 2008) como diva da comunicação foi o reconhecimento do meu esforço e entrega ao trabalho, sem dúvida uma motivação para continuar a mostrar o meu melhor, embora eu não trabalhe para prémios, mas o reconhecimento ao meu esforço me levar a eles….


    Para muitos autores, a comunicação Social é o estudo das causas, funcionamento e conseqüências da relação entre a sociedade e os meios de comunicação de massa – rádio, revista, jornal, televisão, teatro, cinema, propaganda, internet. Engloba os processos de informar, persuadir e entreter as pessoas. Encontra-se presente em praticamente todos os aspectos do mundo contemporâneo, evoluindo aceleradamente, registra e divulga a história e influencia a rotina diária, as relações pessoais e de trabalho. Muito particularmente, o que acha mas fascinante neste mundo da comunicação social? 


    Considero comunicar uma arte e o mais fascinante no mundo da comunicação social é exactamente saber que com essa arte informamos e ajudamos a mudar consciências, tentando fazer um mundo melhor.

     


    Quais as opções de formação em ensino superior na área de comunicação social no nosso país? 

    Temos 2 Universidades que já leccionam o curso superior de Comunicação Social, a Agostinho Neto e o Ispra e nos últimos tempos muitos são os licenciados em Ciências da Comunicação / Jornalismo que se formam mesmo em Angola.

     


    Considera-se uma celebridade á nivel da comunicação social em Angola? 

     

    O meu conceito de celebridade é um pouco diferente daquilo que a maioria das pessoas tem, para me considerar celebridade precisaria de ter alguns pressupostos indispensáveis para tal (risos), considero-me uma pessoa pública dada a essência do meu trabalho, não mais do que isso e quem me conhece pessoalmente sabe que apesar da exposição pública a dita “fama” não me subiu a cabeça.

     

    Se não fosse uma profissional na área de comunicação social, qual a área de actuação que lhe fascinaria empenhar-se? 


    Sabes Milca, acho que nasci para comunicar, não me vejo a fazer outra coisa…


     


    Conciliar familia e carreira é sempre muito complicado e dificil para as mulheres. No seu caso, muito particularmente, como tem feito para conciliar tudo isso? E que conselho deixa aqui para os nossos leitores, quanto á esse aspecto?


    Tenho uma família que é uma bênção, por isso nunca senti muita dificuldade em conciliar a minha dupla jornada, sei que posso contar com cada membro da família, que apesar de muitas vezes serem penalizados com a minha ausência por questões profissionais estão sempre prontos a ajudar.

     

     

     


    Considera o ano 2010 um bom ano para si á nivel profissional?


    2010 foi um bom ano, não posso queixar-me das maravilhas que o Criador operou na minha vida, apesar da natureza humana nos encaminhar para uma insatisfação aparente ou seja, ainda acho que poderia ter sido melhor, mas cá está 2011 para concluir o que ficou “pendurado” no ano passado.

     


    Quais as suas perspectivas e projectos para 2011?


    2011 é o meu ano, será o ano em que quando chegar ao final vou sentar-me e dizer que valeu a pena, cada momento, situação, lição, valeu o sacrifício.

     


    Quais são as suas maiores paixões?


    A minha família. 

     


    Para si, o que significa ser feliz e realizada? Sente-se uma mulher realizada?


    A realização varia de pessoa para pessoa, no meu caso sinto-me realizada sim, tenho um emprego de que gosto, uma família que me ama, amigos que me apoiam e volta e meia umas paixões que me arrebatam (risos)

     

     


    Como foi á sua infãncia?


    Fui uma criança felia, rodeada por uma familia da qual me orgulho em pertencer e muito amo.

     

    Fale-nos um pouco de sua rotina diaria…

     


    Pois é grande oportunidade para esclarecer os meus ouvintes e telespectadores que perguntam como é que me desdobro quando leio o noticiário ás 13 horas; Demanhã (salvo os dias em que leio o noticiário), estou na rádio Luanda onde sou co-apresentadora de um programa chamado Luandar, mais voltado para questões relacionadas as mulheres, a tarde vou para a televisão no mesmo recinto da rádio onde até as 16 apresento o dia-a-dia que pode ser assistido pelo canal 2 da Tpa e também Tpa internacional, quando saio do serviço tenho sempre alguma coisa para fazer, questões relacionadas a casa, é quando aproveito para ir a consultas com a filhota, tratar de mim (cabelo, unhas, massagens) ou seja a jornada laboral termina mas as minhas ocupações não.

     


    O que mas gosta de fazer nos seus tempos livres?

     


    Nos tempos livres adoro estar com a minha família, brincar com os miúdos, conversar com os graúdos, estar com amigos, fazer experiências culinárias, dançar.

     


    Que conselho quer deixar para todas as mulheres que de uma forma ou d´outra, todos os dias batalham incansavelmente no desempenho profissional na área em que actuam?



    Acho que se cada uma de nós, mulheres se der conta da importância capital que tem para o desenvolvimento da sociedade, do país e do mundo, vamos também empenhar-nos mais afincadamente seja qual for a nossa área de actuação, já lá se foram os tempos em que queríamos apenas direitos iguais, o importante é que a cada obstáculo que surgir a frente de nós tenhamos sabedoria e inteligência para contorna-lo.

     


    Quem é o seu maior idolo ou fonte de inspiração nacional e internacionalmente? 


    Gosto imenso da Paula Simons, sempre foi e será para mim uma referência no jornalismo Angolano.

     

     

     


    Radio e Televisão…qual é realmente a sua grande paixão? 

    “Uisssss!” Adoro rádio e estou a aprender a gostar de televisão, mas muito sinceramente falando, que ninguém nos oiça, ainda me sinto mais a vontade na rádio.

     


    Qual é o seu maior sonho Mara? 


    Ser feliz e ver um mundo feliz! 

     


    A nossa coluna “Saltos e Papelada”, tem por objectivo levar aos leitores um exemplo de vida, de motivação e determinação. Conversamos com mulheres que consideramos de merito e coragem, para que por sua experiência e dedicação servem-no de inspiração. Qual a sua opinião para nossa coluna?

     



    Espero que esta coluna sirva para mostrar que a mulher deve se valorizar e nunca, jamais se deixar abalar uma ou outra questão menos boa, ter problemas é inevitável, deixar-se guiar por eles é opcional, vamos batalhar para um mundo melhor, a força está dentro de cada uma de nós….

     

     


    Frase para pensar: Eu tenho certeza que o que focamos é no que nos tornamos. Transforme-se na mudança que você deseja ver – essas são palavras em que baseio a minha vida.” (Oprah Winfrey)

     


    Share this
    Tags

    A Bombar

    Restos mortais de Ângelo Victoriano repousam na Santa Ana

    Os restos mortais do antigo basquetebolista Ângelo Victoriano repousam, desde hoje, quarta-feira, no cemitério do Santa Ana, em Luanda. Ângelo Victoriano, o segundo angolano a...

    Coca-Cola e Química Verde levam água potável à província do Bengo com Biofiltros

    Por Sara Rodrigues Fotógrafo: Joaquim Manuel A Coca-Cola, em parceria com a Química Verde, implementou nesta quarta-feira, 17 de abril, uma iniciativa para proporcionar água potável...

    “O mundo não aprecia coitados nem perdedores”, diz Teresa Sara

    A atual Miss Angola Internacional, Teresa Sara, deixou um conselho para as jovens que a veem como modelo. Em sua abordagem, aconselhou-as a lutar...

    - Publicidade -

    Artigos Recentes

    - Publicidade -

    Mais como isto