Adversárias recusam-se a partilhar o pódio da vencedora por ser transexual

0
800

A vitória da nadadora foi histórica mas não deixou de gerar polémica entre as oponentes e ao público.

Adversárias recusam-se a partilhar o pódio com Lia Thomas, a primeira transexual a vencer o campeonato universitário nos Estados Unidos. A vitória da nadadora foi histórica mas não deixou de gerar polémica entre as oponentes e o público.

 

A americana de 22 anos, Lia Thomas, conseguiu nesta última quinta-feira alcançar uma conquista inédita, ser a primeira mulher transexual a conquistar o ouro da NCAA, National Colegiate Athletic Association.

 

Numa prova disputada em Atlanta, a atleta conseguiu a primeira posição do pódio na categoria de 500 jardas livres, cerca de 457 metros. No entanto, esse mesmo pódio não viria a ser partilhado por nenhuma das adversárias, pelo menos de maneira tradicional, num protesto à participação de Lia Thomas nas provas em questão.

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments