- Publicidade -

More

    Cultura da Aculturação

    em

    |

    Visualizações

    and

    comentarios

    Uma das coisas que aprendi a respeitar ao longo dos últimos anos foi o valor da cultura de um povo. 


    Verdade seja dita, há muitos costumes que a gente adoraria mudar, esquecer, ou talvez mesmo apagar da nossa história porque não vemos razão alguma delas terem existido. Se calhar deve-se a pouca ou má exposição que tivemos à nossa cultura.



    Também, sabemos que tudo isso deve-se à influências do ocidente e a mente aberta que temos como jovens, ou pelo menos, esse é o peixe que os “kotas” nos vendem, como se eles jamais tivessem sido influenciados pelos mesmos elementos.

    Mas agora, vejamos: Essa conversa de que não podemos fazer barulho em casa, o som do boda não pode estar muito alto; definitivamente não é iniciativa nossa (jovens). Muito menos deles.

    Oh, calma aí pessoal. Então esses “kotas” também estão a ser influenciados. Andam, também a querer retirar elementos da nossa identidade cultural. Não vamos só se mentir! Nós somos barulhentos, gostamos de “ambiente” (farra). E assim somos porque os nossos antepassados assim foram, eles assim foram.

    Cartas na mesa, vou trunfar tudo!
    Há certas coisas que não podemos deixar acontecer. Este é o último vestígio da nossa angolanidade (africanidade “memo”), que é o barulho meus manos, obarulho. Agora esses parlapiês de “matuji” que já não podemos bodar à vontade até de manhã, porque isso é de uma sociedade doente, ou até mesmo, uma sociedade sem educação. Pois então que seja, desde que nos deixem viver o que os nossos ancestrais nos deixaram de melhor.

    Já não basta não sabermos nenhuma língua nacional porque nem “agugú dadá” nos falavam em kimbundu, por exemplo, mesmo assim dizem que a culpa é nossa. Agora mais essa? “Comé”? Ficamos todos com toques europeus e a culpa será novamente do “futuro da nação?

    Vamos Lá Ser Sinceros, essa nossa “Cultura de se aculturar” e perder a nossa identidade cultural, não é de agora. Acho até que já faz parte dos nossos costumes.

     

    Share this
    Tags

    A Bombar

    Proposta de Lei dos Crimes de Vandalismo de Bens e Serviços Públicos – Quem destruir património pode ir 15 anos para a cadeia

    O Conselho de Ministros de Angola, reunido sob a orientação do Presidente João Lourenço, examinou três propostas de lei destinadas à Assembleia Nacional. Em...

    Ministro da Cultura de Angola e Maria Borges Buscam Parcerias Internacionais para Música Angolana”

    O Ministro da Cultura, Filipe Silvino de Pina Zau, recebeu em seu gabinete a renomada modelo internacional Maria Borges, que também exerce o cargo...

    JEO MC estreia-se como atleta de MMA e sagra-se campeã nacional

    Por: Helder Lourenço A gladiadora dos Reis de Rompimento Primeira Liga (RRPL), Jeorgina Ludmila, conhecida nas lides artísticas como Jeo MC, estreou-se como atleta de...

    - Publicidade -

    Artigos Recentes

    - Publicidade -

    Visit arnan.me

    Mais como isto