- Publicidade -

More

    O Efeito Fashion

    em

    |

    Visualizações

    and

    comentarios

    Estou cada vez mais e mais chateado com o mundo da moda. Toda a confusão que eles criam sobrecai em nós em forma de especulação de preços. É que já chega a ser normal entrar numa loja e constatar que um pano de chão da Louis Vuitton custa mais de 800 doláres ou um pano de pó da Gucci custar 650 doláres. Mas não é isso que me deixa irritado.

    Entro em outra loja e noto que todas as camisas que eu gosto, estão fora do meu alcance financeiro. Os preços são tão altos que eu prefiro nem esticar os braços para examinar as camisas de perto. As calças então… Os olhos chegam a doer, palavras soltam-se de minha boca sem permissão prévia, sai uma mistura de “xê’s”“wawê’s” no meio da loja tenho que fingir sentir uma dor intensa na coluna para não dar bandeira. 
    Há sapatos que os preços parecem aquecer o material de tal forma que não consigo sequer tocá-los, estão quentes demais para as minhas mãos calejadas de tanto travar por meios próprios.

    Entretanto, se fosse para reclamar disso eu não usaria o blog!

    Meus irmãos, o que tem mesmo me deixado sem chão, é o preço da camisinha. Nunca vi tamanha barbaridade e falta de compaixão no preço de um produto como vejo quando me dirijo à uma farmácia para comprar uma camisinha.
    Meu Deus! Eu andava aqui todo atrapalhado a perguntar-me a razão de tanta rapariga da minha idade estar grávida, e quando fui à farmácia eu disse à mim mesmo: Tipo vou fazer um filhote. Nem já fralda está assim tão cara.

    O que está a se passar com a protetora dos futuros brilhantes não é de bem. Eu quando penso no preço dela, não paro de abanar a cabeça. Até a minha mãe já disse para parar de imitar o Stevie Wonder. Não consigo acreditar como é que um bem tão precioso e básico que deveria custar tanto quanto o pão, parece-se mais com o preço de um automóvel.

    Vamos “inda” deixar as boas maneiras de lado, e “mbora” Lá Ser Sinceros!

    Há necessidade mesmo de existirem tantas marcas de camisinhas? Cada timbre da referida marca na embalagem, aumenta um 0 (zero) no preço final da camisinha. Puro efeito fashion. Nós queremos camisinhas baratas e que funcionem, a marca lá fora não tem uso aqui dentro!
    Quando ela acaba começo já a ter palpitações só de lembrar que devo comprar mais. E se alguém rouba então, quase tenho um ataque epiléptico. Roube-me a alma, mas a camisinha não!

    Pelo andar da carruagem, a solução mesmo é ter um “mona” (filho), pelos cálculos que fiz, e espero que faças também, evitar a vinda de um filho está a gastar tanto quanto tê-lo.
    Nunca pensei que fosse chegar a tal conclusão, mas me vejo sem saída perante tal situação.

    Na verdade há até camisinhas baratas ou mesmo grátis. São aquelas lubrificadas com petróleo bruto5 centímetros de espessura e com umacapacidade diplomática incrível, cede facilmente à exigência e à pressão dos espermatozoides, dando-lhes habeas corpus na hora errada fazendo com que muitos neguem a paternidade dos rebentos posteriormente.

    Parece que a moda pegou, boa camisinha é aquela que te deixa emocionado, aquela que te deixa com vontade de chorar, “xinguilar” e um tanto quanto pasmo com a petulância do farmacêutico ao falar o valor da camisinha. Nem sequer metem o preço na caixa. Essa jogada é para você ter que perguntar e depois se sentir na obrigação de comprar. Ao menos que escrevessem na caixa: Tens certeza?

    Aonde vamos parar com isso? Se a pobreza aumentar, os preços dos produtos de primeira necessidade seguirão o mesmo movimento. Se o índice de natalidade e de infectados por DST’s aumentarem, também sobem o preço da camisinha. Sim senhoraEstá “memo” bom, está gostoso!
    É como a estória da montanha que foi parida por uma mulher, o tempo passava e a montanha não parava de crescer. 

    Chego em casa perturbado, após ter sido assaltado dentro da farmácia, ligo a televisão e vejo alguém extremamente maquiado(a) dizendo que os jovens estão cada vez mais descuidados. 
    Aiê? Afinal? Já ouviu falar em falta de dinheiro? Os preços estipulados têm me comido a bota. Afinal de contas estou a comprar camisinhas ou coletes anti-balas? Acredito seriamente que as camisinhas estão a ser feitas comcabedal.

    Eu não posso tentar outros métodos, pois sou estudante e como todos nós sabemos, a tia Gravidez Inesperada ama muito o seu sobrinho Estudante. “Num” posso “brincá cô” vida!

    Acho melhor não reclamar mais porque se é caro, é fashion!

    Share this
    Tags

    A Bombar

    Figuras públicas mostram-se tristes pela não convocação de Bastos Kissanga nos jogos contra Eswatini e Camarões

    Depois de conhecida a lista final de convocados do técnico Pedro Gonçalves para os próximos jogos de qualificação ao Campeonato do Mundo 2026, a...

    Santo Cézar Revela Renda Mensal de Fotógrafo Profissional: “Um Milhão por Mês”

    Por: Liliana Victor Durante o programa Dia Alegre na Platina FM, o fotógrafo Santo Cézar compartilhou detalhes sobre a realidade da fotografia em Angola, revelando...

    Malunne revela interesse amoroso por um artista da nova geração: “A pessoa sabe, falamos com frequência”

    Por: Sara Rodrigues Ao que tudo indica, a menina cresceu e está de olhos em um músico da nova geração. Sem muitos detalhes adicionais, a mais...

    - Publicidade -

    Artigos Recentes

    - Publicidade -

    Mais como isto