- Publicidade -
Início* Entrevista com Sarchel NecesioEntrevista exclusiva Canicia Rodrigues

Entrevista exclusiva Canicia Rodrigues

- Publicidade -

Sim, eu e a minha mãe somos muito ligadas, não sei o que seria de mim sem ela, aprendemos sempre muito uma com a outra.

Essa força vem de Deus e da minha mãe, e isso dá-me força para continuar a lutar pelos meus sonhos.

 

 

É um dos novos rostos da musica angolana. Tendo iniciado o gosto pela musica e dar os primeiros passos desde os seus 7 anos com ajuda de  um controle remoto.   Pode-se articular que Canicia Rodrigues apesar das criticas maliciosas , é uma das grandes promessas das vozes femininas do mercado angolano que está  em franco crescimento.  A cantora angolana Canícia Rodrigues tem previsto para os próximos meses a apresentação do seu segundo disco intitulado “Sem medo”, da qual ela promete evolução e muitas novidades. Sem medo falou da sua profissão, estudos, do amor que tem pela sua mãe, seu pai, dos problemas dos jovens e não esqueceu do seu irmão e da sua prima Nelma. Desfrute com exclusividade, a Entrevista com Canicia Rodrigues.

 

RAIO X

Fui registrada como… Julieth Canícia Lage Rodrigues.
Nasci aos… 18 de Junho de 1990.
Sou natural de… Lubango, província da Huíla.
Meu perfume preferido… Ultravioleta.
Prefiro roupas do estilo… simples e bonito, que me fique bem e me faça sentir confortável, não gosto de sofrer pela moda.
Quando penso em restaurante bom, penso em… Desde que eu goste da comida para mim o restaurante seja qual for é óptimo.
Falar de filmes é falar de… É algo que gosto, vejo muitos filmes em casa e no cinema sempre que posso.
Sergio Rodrigues… É  o meu pai…E admiro-o muito como profissional.

Calçado… Adoro sapatos, quando vou às compras tento sempre controlar-me para não levar todos os que encontro e gosto. 

Ano que mas  marcou… Sem sombra de dúvidas 2008, porque foi o ano do lançamento do meu primeiro disco intitulado “Why not?”, fui aceite no mundo da música  que  é o meu mundo, pelo público, conheci muitas províncias do país através do meu trabalho e muitas pessoas especiais também.

Uma característica que me definiria seria… Realista.
Minha música preferida é… Sou uma viciada em música e por isso mesmo não consigo escolher apenas uma, são muitas as preferidas.
No meu ipod ouves… Muito House, Zouk, Rock, RnB, Kuduro, Kizomba, quase tudo.

 

Profissão

Platina Line: como  começou esse bichinho para começar cantar ?

Canicia Rodrigues: Sempre gostei de cantar desde criança, fazia várias vezes os comandos da tv de microfone e fingia que era um videoclipe, depois comecei a fazer imitações em concursos e as pessoas gostavam, isso com 7 aninhos.

Platina Line: Quais foram suas grandes influencias? 

Canicia Rodrigues: O Dorivas do grupo “Showas” teve uma grande influência porque desde a primeira vez que me ouviu a cantar nunca quis que eu parasse e trabalhou uma boa parte do meu primeiro disco, e a Yola Semedo também porque deu-me sempre e continua a dar o apoio e o aprendizado que preciso do mundo da música. Sem eles provavelmente não seria tão completa musicalmente.

Platina Line: Consideras-te uma menina sortuda por ter o pai que tens por apoiar  incondicionalmente os seus sonhos? 

Canicia Rodrigues: Não sei se,  sortuda seria o termo certo, ele gosta muito de música e mesmo que eu escolhesse ser Produtora musical ou DJ ele apoiaria. 

Platina Line: Quais as principais barreiras que encontrou no início de sua carreira ? Ainda sente que existem nesta fase?

Canicia Rodrigues: Foram coisas que não encarei como negativas, mas sim, como lições de vida. Barreiras haverá sempre, temos é que saber ultrapassá-las.

Platina Line: : Tem se dito  que você usou a escada do seu pai para poder subir. Como você sentia quando ouvia esse tipo de comentários?

Canicia Rodrigues: Não sentia nada, porque ele é meu pai, não estava a fazer nada de errado. O que fizemos foi apenas unir o útil ao agradável.
·   
Platina Line: Como foi o processo de produção do seu primeiro disco e como foi recepção do publico? 

Canicia Rodrigues: Foi muito interessante, tive a oportunidade de trabalhar com quem eu queria, trabalhei com o Caló Pascoal, Yola Semedo, Dorivas, Dji Tafinha, Yeyé Júnior, Esteves, Livongue. Fizemos um bom trabalho e o resultado viu-se na recepção do público que graças a Deus foi muito positiva.

Platina Line: Você teve que lutar e ter muita força para provar que era talentosa como é de verdade. Mas diga-nos como foi buscar força para poder provar isso?

Canicia Rodrigues: Essa força vem de Deus e da minha mãe, ela tem uma estrutura emocional muito forte e isso dá-me força para continuar a lutar pelos meus sonhos.

·    
Platina Line: Ainda sente um pouco de receio de cantar quando  o Apresentador do show é o  seu pai ? 

Canicia Rodrigues: Não, sinto-me até mais à vontade por saber que tenho um suporte bem perto.

Platina Line: Agora diga-nos como esta ser a gravação do seu novo álbum e quais são as novidades que virão  nesse novo cd?

Canicia Rodrigues: Bem, novidades são novidades e terão mesmo de esperar para ouvir. A gravação está a ser muito interessante, estou a trabalhar com as pessoas certas.

Platina Line: Terá alguma participação especial em termos de cantores e produtores?
Canicia Rodrigues: Terá com certeza.

Se fosse lápis de cor que gostaria de ser um lápis de cor verde.Platina Line: Ainda é muito  jovem como tem lidado com a pressão da fama?  

Canicia Rodrigues: Ainda não me considero famosa, mas por vezes sinto-me desconfortável porque as pessoas ficam atentas a tudo que faço e eu adoro a minha privacidade, mas felizmente é algo com que ainda consigo lidar. 
·    
Platina Line: Como a sua família reagiu  quando soube  que  serias   cantora ? 

Canicia Rodrigues: A minha família sempre me acompanhou desde pequena então não foi surpresa para eles quando comecei a gravar as minhas músicas e mais tarde a cantar em shows. Estão sempre comigo.

Platina Line: Achas que já existem prêmios ou galas de premiação suficientes para galardoar os músicos? 

Canicia Rodrigues: Sinceramente acho que não, mas acredito que com o tempo haverá suficientes.

Platina Line: Qual foi o evento que mais marcou a sua carreira artística?

Canicia Rodrigues: O evento que mais marcou a minha carreira artística foi o Festival de Vozes Femininas 2009, onde ganhei a categoria de Promessa da Música Angolana.

Platina Line: Considera-se pioneira e inovadora no mercado? 

Canicia Rodrigues: Acho que o público melhor do que eu pode responder a essa pergunta.

Platina Line: E quanto aos estudos como tem corrido o que curso faz? 

Canicia Rodrigues: Tem corrido bem felizmente.

Platina Line: É uma boa aluna?

Canicia Rodrigues: Pode-se dizer que sim, nunca reprovei felizmente.

Platina Line: O facto de ser famosa já atrapalhou o curso Normal das aulas ou seu processo de aprendizado? 

Canicia Rodrigues: Já atrapalhou e atrapalha, é um pouco complicado conciliar as duas coisas.

Platina Line: Que projetos futuros tem para o publico angolano e para o mundo?

Canicia Rodrigues: De momento é mesmo o meu segundo álbum, o resto é pessoal e é segredo.

Platina Line: No seu trabalho e comum lidar com pessoas interessadas em seu trabalho e ter fãs em sua volta tem sabido lidar com isso?

Canicia Rodrigues: Sim, temos que ter paciência e saber lidar com todo tipo de situações.

Platina Line: O que mais anseia alcançar em sua carreira profissional?

Canicia Rodrigues: Estabilidade profissional e reconhecimento internacional.

Platina Line: Qual o maior constrangimento que já passou em sua vida? Isto foi antes ou depois da fama?

Canicia Rodrigues: Felizmente nenhum.

Platina Line: Já  se  sente  realizada  profissionalmente?

Canicia Rodrigues: Ainda, ainda tenho muito para mostrar.

Platina Line: Quem gere o que você ganha como cantora o seu pai ou você?

Canicia Rodrigues: Eu, afinal a cantora sou eu (risos) .
Pessoal

Platina Line: Está namorando Canicia?
Canicia Rodrigues: Sim.

Platina Line: Com quem vives?

Canicia Rodrigues: Com os meus pais, irmãos e a minha prima Nelma.

Platina Line: Como é Canicia em casa, faz tarefas de casa, ajuda em tudo…?

Canicia Rodrigues: Em casa sou divertida, converso muito com a minha mãe, o meu irmão Sergio e a minha priminha, temos uma ligação muito forte, faço as tarefas de casa normalmente como outra pessoa qualquer, ajudo no que posso.

Platina Line: Conversou com sua mãe quando passou a ter os primeiros sinais da adolescência, a primeira Menstruação, inicio da vida sexual ativa? 

Canicia Rodrigues: Sim, eu e a minha mãe somos muito ligadas, não sei o que seria de mim sem ela, aprendemos sempre muito uma com a outra.

Platina Line: Como foi o seu primeiro beijo?

Canicia Rodrigues: Foi bom.

Platina Line: Foi como você esperava ou sonhava? 

Canicia Rodrigues: Foi como eu esperava, só não foi com a pessoa que eu queria que fosse.

Platina Line: Os seus pais têm falado tem conversado contigo sobre sexo, drogas, alcoolismo e outros problemas frequentes na juventude?

Canicia Rodrigues: Sim, sempre que pudemos sentamo-nos à mesa para discutir esse tipo de temas.

Platina Line: Amor e dinheiro qual das duas coisas é a sua prioridade?

Canicia Rodrigues: O amor na minha vida estará sempre em primeiro lugar, o resto vem depois. 

Platina Line: E já agora  com que mais gastas o seu dinheiro?

Canicia Rodrigues: Nunca parei para pensar nisso, mas provavelmente deve ser com recargas telefónicas.

Platina Line: Qual é a oportunidade que ainda não teve e gostaria de ter?

Canicia Rodrigues: Fazer um dueto com a cantora brasileira Ana Carolina.

Platina Line: Como é o  homem interessante, e ideal para si?

Canicia Rodrigues: Amigo, companheiro, carinhoso, honesto, divertido e claro, tem que me amar muito.

Platina Line: Inverno ou Verão?
Canicia Rodrigues: Inverno adoro o frio.

Platina Line: Se fosse lápis de cor que gostaria de ser?

Canicia Rodrigues: Seria um lápis de cor verde.

Platina Line: Tem algum lugar onde esteve e gostaria de poder voltar? Qual e por quê?

Canicia Rodrigues: Lubango, porque é a terra que me viu nascer e não a troco por nada, amo a minha terra.

Platina Line: Alguma vez foi difamada? Qual foi a maior mentira que já ouviu sobre si?

Canicia Rodrigues: Nunca fui difamada graças a Deus. A mentira que ouvi ultimamente é que estava a namorar com o Dj Jesus, é mesmo mentira.

Platina Line: O que nunca se esquece de levar consigo?

Canicia Rodrigues: O telemóvel.

Temas Sociais

Platina Line: Qual a sua opinião em relação à Poligamia?

Canicia Rodrigues: É algo lamentável que infelizmente continua a crescer na nossa sociedade. Homens que casam com mais de uma mulher, não tem respeito nenhum pelo lar, pelos filhos e esquecem-se do conceito Fidelidade e Lealdade para com a família.

Platina Line: O que acha da ética no Trabalho?

Canicia Rodrigues: A ética no trabalho é algo importante até porque faz parte da boa educação, mas que continua em falta na nossa sociedade.

Platina Line: Qual a sua opinião em relação ao mal atendimento nos nossos  hospitais ?

Canicia Rodrigues: É uma pena que o atendimento nos nossos hospitais seja mesmo medíocre, prefiro não aprofundar para não ferir sensibilidades.

 

Platina Line 

Platina Line: Como soube do projeto Platina Line?
Canicia Rodrigues: Soube através de um dos meus dançarinos.

Platina Line: Que recado/sugestão deixa aos seus criadores?

Canicia Rodrigues: Espero que continuem com o bom trabalho que tem feito e que continuem com a boa informação sobre os variadíssimos temas que levam ao público.

Platina Line: Que mensagem deixa ao publico platinado?

Canicia Rodrigues: Continuem ligados a boa informação e entretenimento da Platina Line.

 

 

- Publicidade -spot_img
Mais recentes
Artigos relacionados
- Publicidade -
Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments