Marita Vênus e Dona Kelly, conheça o percuso destas duas estrelas do...

Marita Vênus e Dona Kelly, conheça o percuso destas duas estrelas do hip hop nacional

COMPARTILHE
A A A

Marita Vênus e Dona Kelly, conheça o percurso destas duas estrelas do hip hop nacional

Por: Sued de Oliveira
Revisão: Canga Tomás

Quando se fala em Rap feito por mulheres, é impossível deixar de citar os nomes de Marita Vênus e Dona Kelly, duas das primeiras mulheres que pegaram o microfone e começaram uma corrente que até hoje circula. Hoje, trazemos para si, de forma resumida, informações sobre o percurso destas duas estrelas.

MARITA VÊNUS

Nasceu aos 09 de Julho de 1985 na província do Huambo, Marita Vênus começou a cantar na escola missionária, aos 11 anos de idade, e imitava a Spice Girls. Um ano mais tarde, passou a fazer parte de um grupo de R’n’B com o nome MCMSI, composto por si, Caroline, Mara, Sylvia e Irina e, pouco tempo, depois integrou-se no grupo de Rap “Poly-valentes”.

marita-venusA rapper participou em vários shows de hip hop e foi ganhando prestígio. O seu talento foi reconhecido quando ganhou um concurso de freestyle no auditório Rui de Carvalho. Em 2002, voltou para Angola e, em conversa com familiares e amigos, chegou a conclusão de que o seu talento não podia ser desperdiçado, entrou em contacto com o seu velho amigo Heavy C e decidiram lançar um disco. A obra foi lançada em Dezembro de 2002, ultrapassou as expectativas e entrou directamente ao Top da Rádio Luanda com os seus mega hits “Saudade” e “Vai e Vem”. Dai participou em diversos shows em Portugal e Espanha e, durante os meses de Julho e Agosto de 2003, decidiu aproximar-se do seu fãs angolanos, realizando shows em Benguela, Moxico, Huila e também na pais vizinho, Congo.
Com muitos prémios conquistados em Angola, como “Rap do Ano”, pela Casablanca , “Artista do Ano” e “Artista Revelação do Ano”, pela Rádio Luanda, mais de 5000 cópias vendidas no primeiro álbum e uma proeza só igualada pela bombástica Paty Faria, a grande mulher rapper está em fase de preparação do tão esperado segundo álbum.

DONA KELLY

Dona Kelly é o nome artístico de uma cantora, que deu início à sua carreira há quase vinte anos. Nasceu na província de Luanda, a 24 de Março de 1982, é casada com o músico Phathar Mak e mãe de Frederico, Micaela e Ana.

Kelly, que foi uma das primeiras mulheres a dedicar-se ao estilo Rap no nosso país, por influência das suas vizinhas e amigas Vaca Louca e Tucha, no Bairro Cassenda, assistiu a um vídeo da rapper norte-americana Lauren Hill e, assim, surgiu a inspiração de cantar este estilo. A artista contou também com a ajuda de Kess Kelly, Tito Olívio, Phathar Mak e doutor Eugénio para produzir a sua primeira música intitulada “Pare para Pensar” e, consequentemente, o CD “Salve-se Quem Puder”. De lá para cá, a cantora já passou por momentos marcantes. Gaças ao Rap, Dona Kelly já teve a oportunidade de cantar em variadíssimos pontos do nosso país e não só e é reconhecida por todos como a “Rainha do Rap angolano”.

donakelly

comentários facebook