Grupo Génesis apoia deficientes auditivos

0
388

A dupla musical Génesis pretende subsidiar, a partir de 2012, as propinas dos deficientes auditivos do Colégio Mártires do Uganda, em Luanda, com fundos arrecadados dos shows mensais denominados “Domingão do Amor”.

A pretensão foi manifestada esta semana pelo integrante da dupla, Fernando Kijingo (Puny) na cerimónia de entrega do primeiro cheque no valor de 700 mil kwanzas à direcção do colégio, em apoio aos estudantes portadores de deficiências da instituição.

O cantor disse que por via do projecto Educação e Arte, a dupla pretende levar apoios a várias instituições de carácter social, principalmente às que congregam pessoas portadoras de deficiências.

Puny disse que o sucesso deste projecto passará pela participação de toda a sociedade, disposição das pessoas em contribuir, adesão do público e músicos aos espectáculos, abertura das instituições seleccionadas pelo projecto, bem como pela divulgação do projecto na imprensa.

Já o coordenador do ensino especial, Guilherme Ikuela, afirmou que muitas crianças surdas deixam de estudar no decorrer do ano lectivo por diversas dificuldades que poderão ser ultrapassadas com gestos do género praticados por artistas e outras figuras públicas.

Criado há oito anos, o Colégio Mártires de Uganda controla 87 deficientes auditivos e lecciona aulas da iniciação até a 12ª classe. Tem como principal metodologia de ensino o sistema de transmissão gestual e verbal.

Quanto ao Génesis, o mesmo é um grupo de Hip Hop angolano constituído pelos artistas Action Nigga e Punydor do Mal que se dedica a cantar maioritariamente sobre a problemática social. Lançou recentemente a obra discográfica “Renascer do Meu Povo” que marcou o seu regresso aos Cd’s, após três anos de ausência. O primeiro álbum do grupo intitula-se “Valorize o Angolano”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui